Espaço comercial & Produtividade


Então como falei de espaços comerciais no post passado, resolvi continuar com o tema, para não perder o foco. Creio que a maioria das pessoas permanecem mais de 8 horas no seu local de trabalho diariamente, senão mais . Uma vez fui trabalhar em uma repartição publica do estado do Paraná e lá chegando me levaram para uma escrivaninha velha e lascada e uma cadeira com acento de em tecido grosseiro e uma mola saltada, a cadeira não era de rodízios e muito menos ergonômica. Meu primeiro dia voltei-me a limpar e organizar o local ( que possuía uma biblioteca completamente desorganizada ) e o cheiro do local era de cinzas de cigarro com desinfetante , uma mistura esquisita e enjoativa. Bom depois de limpa e organizada pareceu-me possível desenvolver algum tipo de trabalho, mas a primeira impressão que tive foi de que iria acabar no cafezinho junto com todos os funcionários públicos que eu tanto recriminava, por passarem mais tempo no café do que em suas funções, e sabe que até entendi o porque deles fazerem aquilo ou serem tão mal humorados ( em geral). Afinal quem gosta de trabalhar num lugar não adequado ? em que não fique confortável ?e que não consiga focar no seu trabalho ? Que produtividade esta pessoa vai oferecer a sua empresa ? Se propiciarmos um local agradável, organizado, bem iluminado, adequado as funções que irão ser desenvolvidas, com certeza termos um funcionário mais satisfeito, mais produtivo e melhor humorado. Afinal quem gosta de ficar quatro horas na frente do computador com o teclado mal posicionado, com a cadeira desconfortável, sem iluminação ou ventilação adequada ? Ou ter o cafezinho servido por uma pessoa de calça legging chinelo havaianas, e camiseta esgarçada ? Todos os aspectos desua empresa vão repassar os valores da mesma.Portanto vamos caprichar e fazer do seu espaço comercial um ambiente agradavel, acolhedor e funcional !


Márcia Rispoli entrou no ramo de decoração e design por acaso, ao sair vencedora de um concurso promovido pela Revista A&D, o que resultou em sua inscrição na Associação Brasileira de Designers de Interiores. Desde então, ela não parou mais! Neste espaço, ela compartilha de todo o conhecimento adquirido nestes mais de 20 anos de profissão.

Posts em destaque