Volta ao trabalho ou ao home office

O ultimo post foi sobre a volta às aulas, e para quem tem filhos e só consegue tirar férias durante o período de férias escolares também estão de volta ao trabalho.

É muito comum carregar o trabalho para casa e hoje é mais comum ainda trabalhar em casa, já tive as duas experiências, e vou dizer que não é fácil conciliar trabalho , filhos e secretária do lar tudo no mesmo lugar, todo mundo te chama, o telefone toca , a campainha toca , enfim existem duas regras básicas que quem quer um home office para trabalhar tem que seguir :

Primeira regra o local dever ser isolado, isto é, possível de ser fechado pois ter um home ao lado da TV ou num corredor de passagem só serve para quem não tem criança ou mora no máximo um casal, pois trabalhar com pessoas passando, e televisão ligada é muito mais difícil de ficar focado, mas como nem tudo é como gostaríamos que fosse é possível fazer um home em qualquer cantinho.


A segunda regra é ter a mão tudo o que necessita para desenvolver bem o seu trabalho, desde pontos de tomada, internet, à local para guardar contas e documentos.Para isso organização é fundamental.

No restante devemos obedecer a mesmas regras de um local para estudo, isto é de trabalho deve ser ergonomicamente adequado ,visando uma postura adequada para um bom rendimento. A animação abaixo é perfeita para todos.

Existe uma filosofia de organização que diz que aquilo que não utilizou nos últimos três meses é descartável , não precisamos levar os três meses ao" pé da letra" , mas com certeza o que não utilizou no ultimo ano é descartável , e existem instituições que fazem muito uso destes descartes, não fica entulhando e ainda ajuda quem precisa.




Um mito que precisamos quebrar, não há diferença qualitativa (para a leitura) entre as lâmpadas fluorescentes (brancas) e as incandescentes (amarelas). Ambas podem ser adequadas, se devidamente reguladas em relação à sua capacidade de iluminação.

O ideal é que a iluminação artificial simule a luz natural do dia, por dois motivos: ela não atinge os extremos (muito clara ou escura) e não gera muitas sombras quando estamos lendo, fator que proporciona “fadiga visual”. De dia, aproveitar as luzes da janela é uma ótima dica.

À noite, ou em ambientes fechados, procure o meio-termo e perceba o conforto sentido pelas suas vistas durante a leitura. Além disso, evite se posicionar de modo que seu campo de visão esteja alcançando a lâmpada, gerando ofuscamento.


As luminárias têm a grande qualidade de deixar o foco da sua leitura adequadamente iluminado (o livro, apostila, caderno etc), mas é preciso ter cuidado para não exagerar e clarear muito o objeto de estudo. O ideal é que sua luminária esteja posicionada lateralmente e um pouco atrás de você (evitando o ofuscamento).


Os home office podem também ter uma função menos profissional , como um local para uso esporádico do computador, para uma pesquisa de cunho pessoal, para conversar com amigos via internet , para estar bem acomodado quando for apreciar redes sociais ou lazer via internet , para programar as finanças da casa, providenciar pagamentos, atender algum fornecedor de serviço para a casa, enfim uma enormidade de funções que não precisam necessariamente estarem ligadas ao trabalho.



Algo que acho importante é a cadeira , deve ser confortável ergonômica e giratória, não necessariamente de rodízios , mas deve girar para faciliaro acesso e dar conforto. Se for de rodizio para quem realmente trabalha em casa é o mais adequado.


Num lugar adequado, com a iluminação correta, ergonomicamente adaptado, organizado e silencioso , certamente será produtivo . Espero que este post ajude seu retorno à rotina !




Márcia Rispoli entrou no ramo de decoração e design por acaso, ao sair vencedora de um concurso promovido pela Revista A&D, o que resultou em sua inscrição na Associação Brasileira de Designers de Interiores. Desde então, ela não parou mais! Neste espaço, ela compartilha de todo o conhecimento adquirido nestes mais de 20 anos de profissão.

Posts em destaque