Elegância na decoração

Martha Medeiros escreveu sobre "Elegância do comportamento" com tanta inspiração e clareza que me inspirou a escrever este post.


A elegância está em todos os lugares e sempre aparece de forma involuntária e graciosa. É presença inspiradora e que dá equilíbrio aos estilos e personalidade aos excessos.


Impossível negar a elegância do estilo de Ana Maria Vieira Santos, ainda que orquídeas e verdes predominam em sua maravilhosa decoração; ou a elegância de Roberto Migotto quando coloca objetos contemporâneos misturados ao clássicos dos clássicos com desenvoltura e harmonia precisa; o mesmo podemos dizer de Christina Hamoui, que coloca os tons escuros e claros com perfeita combinação e inspiração. Tudo isso se traduz em elegância. A decoração clássica sem ser ostensiva é extremamente elegante, assim como o rústico com nobreza é elegante.





Vamos a algumas observações onde a elegância predomina:


- Ambientes que condizem com seus moradores é elegante, pois a falsa imagem facilmente é denunciada;

- Organização na decoração é elegante. Não há ambiente mais deselegante do que aquele bagunçado , com roupas pelo chão, louça suja espalhada e camas desarrumadas.

- Elegante é colocar flores ou folhagens naturais enfeitando o ambiente - e extremamente deselegante flores similares e sujas, com teia e poeira, ou cores que denunciem sua origem falsa;

- Elegante em decoração é usar com naturalidade seus mobiliários, e objetos sem medo de manuseá-los ou dar aos mesmos mais importância do que a quem os utiliza;

- Elegante é decorar TODOS os ambientes, e não somente os sociais, ou os que aparecem;

- Elegante na decoração, como na vida, é ser original e natural, deslocar-se com desenvoltura entre seus pertences e dar aos objetos seus reais valores, sem utilizar os mesmos afim de humilhar ou subjugar aos outros;

- Elegância está em aprender sobre a decoração que aprecia e sentir-se à vontade na mesma, sem criticar aquela que não conhece pois sente-se oprimida pela mesma;

- É elegante a decoração que tem funcionalidade, que permite que a função se funda à beleza;

- Decoração elegante é aquela onde todos sentem-se bem, que não ofende e nem constrange;

- Decoração elegante é aquela que não cansa, e sua temporalidade não está limitada.



Quero terminar este post remetendo a uma grande amiga e pessoa extremamente elegante que exerce a profissão de arquiteta e designer de interiores, portando-se e vestindo-se com uma peculiaridade única, que lhe confere uma elegância extrema em função de sua desenvoltura e da pessoa maravilhosa que é, sou sua fã de carteirinha.


Seus acessórios pessoais são grandes e exagerados em qualquer pessoa, mas jamais nela, que os usa com uma simplicidade sem precedentes, capaz de atrair olhares pelo seu movimentar-se, sem que qualquer pessoa possa ver seus acessórios como exageros.



Isso, sem dúvida, é o auge da elegância!