Loft uma forma de viver diferente !

Este post foi inspirado em uma amiga muito querida que quer construir algo barato , simples e agradável . Sempre digo que as pessoas dão uma valor extremo a construção , e não valorizam a decoração. Mas na verdade o que faz uma pessoa morar, bem não é necessariamente ter um piso x, uma porta Y, janelas do Material XZ, gesso, ou parede inteira ou meia parede de revestimento cerâmico, 2 quartos, lavabo, banheiro de empregada, banheiro da suíte , enfim o tradicional , aquilo que crescemos e vimos nossos vizinhos e amigos viverem da mesma forma.


A criatividade e a necessidade de espaço para o sentir-se bem nos leva a buscar mais espaço, menos paredes, dimunuir custos, reduzir objetos, e buscar autonomia e sustentabilidade para vivermos melhor, mais verde, mais conforto, mais funcionalidade . E daí nasceu o loft !






No período, do final da década de 60 e início da década de 70, eram considerados lofts, somente os grandes espaços convertidos, situados nos andares superiores de industriais e galpões. Guardadas as devidas proporções, os lofts representavam um espaço residencial diferenciado, que só encontrava paralelo, nos sofisticados apartamentos de cobertura , consagrado através do cinema em filmes como flashdance.

A primeira versão urbana, aconteceu na França, no década de 50, com os apartamentos da Cité Radieuse, do arquiteto urbanista Le Corbusier.