Ano Novo decoração Nova e sem custo !

Que 2019 seja surpreendente e repleto de boas novas. Novas alegrias, nova decoração, novas esperanças , que possamos fazer novo tudo o que nos agrada ! E como sabem o que me agrada é decorar, embelezar, trazer novo animo , vida nova , novas esperanças através da decoração de interiores ! Existem muitas formas de renovar, o difícil é sair da zona de conforto ! Os sites de decoração são cheios de novas dicas e imagens para dar aquele up no seu espaço. O desafio é conciliar o que queremos com o que temos, e é aí que o profissional entra ! Um bom profissional conseguirá reorganizar seu espaço com o menor custo e o melhor aproveitamento do que voce tem , mas....e se não quiser gastar absolutamente nada ? Neste caso precisará de um novo olhar sobre o seu espaço, e colocar a " mão na massa ". A orientação é sempre buscar um profissional ou aprender a ser um ! Mas sempre existe o que fazer e muito mudar se não quiser gastar. Vou listar algumas das principais atitudes que poderá ter no seu espaço de trabalho ou na sua residencia,que fará uma enorme diferença e não requisitará investimentos . Vamos lá ?



1) observe o seu espaço e pense o que quer fazer dele antes de começar a mexer em qualquer objeto . Uma sala de televisão e uma sala de jantar, um escritório com televisão e jantar, um quarto de apoio com escritório e armários extras . Um escritório compartilhado para aumentar o numero de funcionários ou buscar integração, um novo planejamento de circulação para poder atender com mais facilidade , enfim independente do espaço, e para que ele servirá é necessário ter em mente qual será a sua utilização,?com que frequência será utilizado? e como facilitar a vivencia neste espaço ?




2) Faça uma boa faxina e preferencialmente utilize um bom sistema de descarte , eu indico o 5 S uma técnica japonesa que rompeu o mundo como metodologia , e que tem por base o senso de Utilização, senso de organização, senso de limpeza , senso de saúde e senso de disciplina. Embora voltado para empresas, é uma metodologia que trás enormes benefícios em qualquer ambiente . Vou colocar aqueles que utilizamos mais comumente na decoração.




Senso de utilização é a classificação por necessidade do objeto, por exemplo uma mesa de jantar em uma sala de jantar é extremamente necessária, pode ser substituída por uma bancada ou, criativamente ,por moveis de utilidade diversas , mas tem que existir em uma sala de jantar . Por sua vez um aparador ou uma estante na sala de jantar não é extremamente necessário, pode ser substituído sem interferir diretamente na função do espaço !




Senso de organização é ordenar os objetos existentes conforme a frequência de seu uso , pode ser classificado em toda a hora, de vez em quando , pouco usado, ou sem uso previsível . Por exemplo em uma bancada de estudo , utiliza o computador todos os dias ? Então o mesmo deve ficar com acesso fácil e livre. E canetas ? costuma fazer listas e anotar recados , então deve ficar visível e à mão. Réguas ? Dificilmente usa? então pode ficar em prateleira ou gavetas . E a mochila coloca-a todos os dias sobre a mesa, então vamos colocar um gancho somente para ela onde não atrapalhe a principal função que é o estudo . Enfim o que se usa frequentemente deve permanecer de fácil acesso e o que não utiliza frequentemente pode ficar em locais de acesso mais restrito como gavetas baixas ou prateleiras altas.



Senso de Limpeza , este é essencial para qualquer atividade ou para qualquer decoração, pois não existe espaço agradável sem limpeza em organização. Para isso devemos : ter o material de limpeza necessário. estar com piso, parede, teto, janelas , móveis e máquinas limpos . Eliminar vazamentos, ruídos, e espaços em deterioração. Efetuar reparos e manutenção contínua e limpar apos o uso.




3) Descartado o que não for essencial visualize o que restou de espaço e imagine ou teste a distribuição do mobiliário. Inicie pelo espaço de circulação , se preciso coloque uma fita crepe no piso demarcando esta circulação, com no minimo 90 cm de largura . A circulação é o caminho que se faz de uma entrada a outra ou de um porta a outra , este caminho deverá ser repeitado e não possuir moveis que impeçam o livre caminhar . O que sobrou deve ser utilizado com os moveis do espaço que se quer montar.





4) o mobiliário excessivo entra no descarte, pois nada pior que um lugar entulhado, os moveis devem estar na proporção do espaço que se possui . Se o espaço é grande moveis grandes , se é pequeno moveis menores. Um erro muito comum é sofá grande demais, onde cabe um sofá de 2 lugares colocam de 3 lugares, resultado nada mais cabe , sendo assim, se seu espaço é pequeno coloque sofá de dois lugares ou duas poltronas a sensação de amplitude é maior.

O mesmo vale para mesas se a família tem seis pessoas , nada de mesa para oito pensando na ceia de Natal ou convidados que não estão no dia a dia, pois a família vai passar o dia a dia tropeçando na mesa ! Quando o local for para trabalho a regra da organização torna-se ainda mais importante, nada pior do que ter um espaço no local onde as pessoas circulam, elas circulam mal e a pessoa trabalha mal. Sendo assim atenção a proporção locais pequenos mobiliário pequeno e bem pensado .



5) os acessórios devem ser recolocados conforme a nova ordem de mobiliário e podemos mudar os locais, por exemplo colocar os quadros de forma simétrica ou do centro para fora, colocar os livros como acessórios e colocar porta retratos sobre os mesmos, enfim reorganizar os objetos , e a forma de colocá-los. Uma almofada que antes era colocada de canto agora é colocada no centro do lugar do sofá.




Enfim obedecer estas regrinhas e reorganizar o espaço te dará uma sensação de um espaço novo, e se inspirar pode adquirir novas almofadas, ou pintar uma parede, ou pintar todas as molduras dos quadros da mesma cor, enfim uma série de atitudes que envolvem pequenos custos, mas somente se sentir-se inspirada! e com certeza ficará !


Márcia Rispoli entrou no ramo de decoração e design por acaso, ao sair vencedora de um concurso promovido pela Revista A&D, o que resultou em sua inscrição na Associação Brasileira de Designers de Interiores. Desde então, ela não parou mais! Neste espaço, ela compartilha de todo o conhecimento adquirido nestes mais de 20 anos de profissão.

Posts em destaque